Livro | O Prazer do Texto | Roland Barthes

Comprei, li e não tenho condições de absorver 100% do conteúdo. Foi um engano.  Sem comentários.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Desta forma a lista de 2010 fica assim:

1 – Eclipse | Stephenie Meyer | 27/01/2010 | OK

2 – Preciosa | SAPPHIRE | 15/02/2010 | OK

3 – O Prazer do Texto | Roland Barthes | 19/02/2010 | OK

Advertisements

Livro | Preciosa | Sapphire

Comprei este livro ontem e devorei hoje durante o dia. Comecei a ler as primeiras linhas e logo fiquei chocado com o vocabulário repleto de palavrões e gírias de rua, a escrita chamou minha atenção e fiquei interessado em ler aquela história, e que páginas violentas, tristes e absurdas que folhei em algumas horas. O texto parecia tão real que eu imaginava a personagem com muita facilidade, tudo muito claro e vivo na minha imaginação.

A autora consegue colocar muita realidade na história, até os erros de escrita frequentes nas linhas convencem. A história é tão absurda que eu não podia acreditar no que estava lendo, ainda bem que é ficção (penso comigo quando confirmo o fato na contra-capa). Com certeza deve existir inúmeras “Preciosas” nesta vida, o que é exemplo vivo do nosso instinto selvagem. Recomendo a leitura do livro, história prende o leitor de uma forma quase impossível de deixar o livro de lado.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Desta forma a lista de 2010 fica assim:

1 – Eclipse | Stephenie Meyer | 27/01/2010 | OK

2 – Preciosa | SAPPHIRE | 15/02/2010 | OK

Livro | Eclipse | Stephenie Meyer

Este best seller abre a lista dos livros lidos de 2010. Infelizmente na minha opinião a autora poderia não ter escrito este livro, não faria diferença para a série. Muitas perguntas ficam sem repostas no terceiro livro da série que transformou Stephenie um dos maiores fenômenos literários dos últimos anos.

É comum encontrar adolescentes andando com os livros da série para todos os cantos, no último sábado estava jantando no Wraps e encontrei uma mocinha com a família para jantar e o livro a tira colo. Confesso que gostei do primeiro filme, apesar de ser uma história tipicamente juvenil, o filme tem um “q” que prende nossa atenção. Tentei ler o segundo livro (Lua Nova) mas desisti rapidamente, deixei para assistir o filme no cinema, até que foi interessante.

No entanto não recomendo este livro há momentos de pura tortura literária.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Desta forma a lista de 2010 fica assim:

1 – Eclipse | Stephenie Meyer | 27/01/2010 | OK